A empresa Angola Cables apresenta hoje e quarta-feira, no Capacity Latam, no Rio de Janeiro, a sua visão e experiência de telecomunicações no domínio dos circuitos internacionais de telecomunicações.

Para construir os sistemas de cabos submarinos de fibra óptica, que vão ligar o continente africano aos maiores centros de produção de conteúdos e serviços digitais, foram necessários investimentos nos terminais dos cabos, sobretudo o SACS e o Monet, no Brasil e Estados Unidos da América, respectivamente.

Esses investimentos, além dos benefícios para Angola e o continente africano, estão a impactar positivamente sobre as telecomunicações na região da América Latina, atraindo para aquele mercado grandes empresas como a Amazon, facto que está a tornar a multinacional angolana um dos operadores mais relevantes no sector a nível da região.

 

Ler mais