PT  |  EN

FORUM ANGONIX 2016

O impacto da partilha de tráfego e de conteúdos entre os Provedores de Serviços de Internet (ISPs) no desenvolvimento global da internet, bem como o seu papel na promoção da economia digital foram alguns dos temas do primeiro Fórum Angonix sobre economia e conectividade. O evento, que decorreu em Luanda, foi presidido pelo Ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, Engº José Carvalho da Rocha.

O Fórum contemplou igualmente uma mesa redonda sobre "O papel dos IXP's no desenvolvimento dos mercados digitais" e juntou, para o debate membros do governo, representantes de empresas de internet angolanas e convidados internacionais.

O Fórum visou assinalar o primeiro aniversário do Angonix, plataforma de troca de tráfego de internet em funcionamento desde 16 de Março de 2015 e que garante o peering nacional e regional. O peering é o meio de comunicação utilizado nos IXP´s, traduzindo-se num acordo mútuo entre proprietários de diversas redes em que cada parte contribui voluntariamente para a troca de tráfego de dados e de conteúdos. No Angonix, estas interconexões são feitas por acordos estabelecidos entre os próprios membros a nível de peering público ou peering privado.

"Em 12 meses de funcionamento, conseguimos atingir um pico de tráfego de 4,4 Gbps, posicionando a plataforma como um dos cinco maiores em África. Por outro lado, temos realizado uma série de contactos com entidades locais e internacionais de modo a que se juntem a plataforma e contribuam para conceder maior qualidade à internet e torna-la mais acessível em Angola", referiu Darwin Costa, Gestor de Projectos do Angonix.

O que é um IXP?
O Internet Exchange Point (IXP) é um ponto de intercâmbio que permite a interligação de redes autónomas bem como a troca de tráfego de dados e conteúdos. Estas redes autónomas são conhecidas a nível mundial por um número denominado ASNumber (Número de Sistema Autónomo) que funciona na prática como um número único de identidade para cada uma das redes que trafega na web. Podem ligar-se a um IXP como o Angonix, todas as entidades interessadas em garantir um acesso de melhor qualidade e mais eficiente a todos os usuários da internet num determinado território, nomeadamente provedores de serviços de internet, operadores de telecomunicações, bancos, produtores de conteúdos e empresas de comunicação social, instituições do ensino superior, administradores de servidores de raiz, etc.