PT  |  EN

Atualização WACS

O (WACS) Consórcio Sistema de Cabos da África Ocidental esteve reunido em Windhoek para discutir a atualização da capacidade do sistema, tendo em vista a actualização da largura de banda desde comissionamento em Maio de 2013. O processo de atualização do sistema será realizado em duas fases, sendo que a fase 1 deverá ser concluída até o final de junho 2015, enquanto que a fase 2 terá o pronto até final de Outubro de 2015. A atualização atual irá aumentar a capacidade das partes de urbanização de 11% a 45% dos seus direitos de capacidade total do sistema WACS. Fases de atualização subsequentes serão implementadas no futuro, dependendo da demanda por banda larga e até que as partes atinjam 100% do direito de capacidade do projeto WACS. O WACS é um cabo submarino de fibra óptica que liga os países da África Austral, a África Ocidental e da Europa. É baseado em um modelo de consórcio e é um esforço conjunto de uma série de operadores de telecomunicações globais e africanos. O sistema foi oficialmente comissionado em Maio de 2012 e, desde então, a captação de banda tem sido bastante enorme. Isso obrigou o consórcio WACS a lançar um concurso para atualizar o sistema. O processo de licitação foi concluído e o fornecedor nomeado, em Dezembro de 2014, é a Huawei Marine Networks (HMN). Operadores de telecomunicações globais da África do Sul, Botswana, Angola, RDC, Congo Brazaville, República dos Camarões, Togo, Nigéria, Gana, Costa do Marfim, Cabo Verde, Espanha, Portugal, Reino Unido, Índia e Canadá fazem parte do consórcio. A Angola Cables é o operador do cabo para o nosso país. A Estação de Sangano serve como um gateway de banda larga para o mundo para a indústria de TIC do país.